terça-feira, 24 de maio de 2011

Conter o espirito de agressão



Acho que este é um dos ensinamentos mais difíceis que o Mestre Funakoshi nos passou.

Como pode uma arte-marcial a onde se busca treinar golpes mortais pregar a não agressão?

Funakoshi nos vem com outra:

“Treine o karate até se tornar fraco.”

Vou dizer que demorei pra aprender de fato este ensinamento, pois ele é difícil, mexe com o nosso ego, com nosso orgulho, com nosso amor próprio. Quem é capas de passar por uma ofensa sem resmungar ou querer acertar as contas com o ofensor? Quem é capaz de passar por uma provocação sem querer dar o troco? É difícil. Temos até aqui no Brasil uma lei que trata só disto. Se uma pessoa não reage a uma ofensa muita gente diz: Fulano tem sangue de barata.

No caso de um praticante de karate, não digo seja ter “sangue de barata”, mas sim ter prudência.

Podemos dizer que o soco de um karateka é muito mais potente do que o soco de uma pessoa que não pratica karate. Se o soco de um karateka é mortal, logo ele pode definir a vida ou a morte de alguém. Então o punho de um karateka é tanto quanto portar uma arma. Quem tem mais vantagem, uma pessoa armada, ou uma pessoa desarmada? Se você vê um bandido apontando uma arma para uma pessoa indefesa e disparando a queima roupa você diz que isto é uma covardia. Não é diferente com relação a uma pessoa treinada no karate lutando com uma pessoa leiga no assunto. Neste caso é melhor o karateka se tornar um fraco.

Com relação a provocação de outros karatekas, eu já vi e testemunhei faixa-preta renomado, cheio de Dans, ameaçando outros colegas de morte. Isto prova o quanto este “senseipoem em pratica a arte que acha que pratica. E saibam que ele tem um “Dojo-kun” enorme no dojo dele e o mesmo faz os alunos repetirem em todos os treinos. Mas quando ele sai do Dojo ameaça outros sensei, que tiveram mais competencia do que ele, de morte. Somente um covarde faz isto. É tão covarde que os ameaçados estão esperando até hoje, sentados, já nem o levam mais a sério, acham até graça do infeliz.

Um karateka que se prese, não fica fazendo arruaça por ai, provocando brigas, fazendo picuinhas. Não vale a pena criar inimizades, um dia você precisará de aliados e não os terá.

Este assunto é muito extenso, aboradei mais sobre ele a frente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários aqui são moderados, pois nem todos os comentaristas se comportam como deveriam, com respeito.
Correções, críticas, sugestões são muito bem vindas, mas desde que feitas com respeito, caso o contrário, nem serão aceitos.
Obrigado por comentar.